Santista preso com quantidade recorde de LSD cumprirá pena em regime aberto

Guilherme Villani foi preso e condenado em agosto de 2012. Na ocasião, foi a maior apreensão da droga sintética no Estado de São Paulo

Postado em: 13/07/2019 16:41:21
Alterado em: 13/07/2019 16:41:52

Protagonista da maior apreensão de LSD no Estado de São Paulo em 2012, um jovem santista de classe média alta, condenado por tráfico de drogas, cumprirá a sua pena em regime aberto, conforme decidiu a Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF).

 

Por 4 votos a 1, o colegiado concedeu habeas corpus impetrado pelos advogados Marcelo Cruz e Yuri Cruz em favor de Guilherme Villani, de 27 anos. A maioria dos ministros entendeu que não se pode fixar regime de cumprimento da pena mais severo com base apenas na gravidade do delito, sem a devida justificação.

 

Villani foi preso por policiais do Departamento de Investigações sobre Narcóticos (Denarc), em 15 de agosto de 2012, após receber de um desconhecido de moto cerca de 2 mil micropontos de LSD, vários comprimidos de ecstasy e tubos de lança-perfume.

Av. Nove de Abril, 1811 - Centro - Cubatão-SP - CEP: 11510-001 - Tel.: 13 3362-5600 / 0800 7711194